.

terça-feira, 29 de abril de 2008

DESPERTAR EM SI BEMOL____MARIA GORETI ROCHA

(Pintura de Maria Goreti Rocha)
Despertar em Si bemol,
Ao som do saxofone,
Vontade de dormir,
Solfejar Dó, Ré, Mi, Fá Sol, Lá, Si.



Depois, no Boteco da Lalá,
Tomar uma cervejinha,
Comprar limão e cachaça,
Para fazer caipirinha.



Aranha
No telhado
Tece suas teias.
Perfeita fiandeira!



Borboletas no jardim,
De cores bem variadas,
O canto do Bem-te-vi,
No findar da madrugada.



Nada é mais emocionante,
Como ao som de alto-falante,
Solfejar Dó, Si, Lá, Sol
E despertar em Si bemol!



Maria Goreti Rocha



1 Comentários:

  • Esta poesia fiz para o meu marido que cismou em acordar-me, às 5:00h da manhã, tocando seu saxofone como quem toca um berrante, dentro do quarto, com a porta fechada.
    Nem tive tempo de criar caso, tão sapeca era o sorriso que vi estampado em seu rosto.

    Fui para a varanda, deitei-me na rede, olhei para o telhado e vi como a aranha negra era cuidadosa ao tecer sua rede.

    Passei a observar o dia, que tinha tudo para começar mal, caso eu tivesse levado a brincadeira do meu marido para o lado sombrio.
    No fim da tarde, nasceu Despertar em Si Bemol.

    Obs.: O sax alto é afinado em Si bemol, daí o nome do poema.

    Beijão Sandra, estou muito grata.

    Maria Goreti Rocha
    Vila Velha/ES

    Por Blogger Maria Goreti, às 3 de maio de 2008 08:50  

Postar um comentário

<< Home