.

terça-feira, 29 de abril de 2008

MENINA_____MARKO ANDRADE


Ensina-me a doçura dos descaminhos

Os versos palavras soltas de linho

Labirintos das escuras cavernas do prazer

Educa-me em liberdade, por ruas em movimento,

Tenso e curvo é o tempo, do intenso do fazer,

Fazer e refazerInvade-me em língua quente

Em corpo ardente alimento de reinventar o viver

Costura em linhas o cotidiano

Borda tecidos sonho abra porta janelas,vem ser

Revela o ambiental , espalha roupa no varal

Ninhos passarinhos no quintal

Inventa-me homem cavalo

Amanheça noites canto do galo

Entardeça em parto mulher.



Marko Andrade

4 Comentários:

  • Marko meu amigo Feliz de ver
    que a Sandrinha também te descobriu. Parabéns meu talentoso amigo.Abraços Dora

    Por Blogger Dora Dimolitsas, às 29 de abril de 2008 07:50  

  • Menina
    Despertou
    A poesia veio ensinar
    O homem é feito raça
    Raça de sempre amar
    Amar... mar... ar
    AMAR.

    Por Blogger FUXICÔ - CONTADORES DE HISTÓRIAS, às 29 de abril de 2008 14:41  

  • Marko, querido amigo, maravilha você estar aqui neste pedacinho virtual da amiga Sandra.

    Nada mais gostoso que sentir-se descoberto por alguém especial e a Sandra descobriu você. E o blog que já era lindo está ainda mais belo!

    Beijos, "menino do rio".

    Maria Goreti Rocha
    Vila Velha/ES

    Por Blogger Maria Goreti, às 3 de maio de 2008 10:37  

  • Olá! Cheguei aqui através do Google imagens, pois procurava girassóis para postar em meu blog.
    Li este poema desse caroca, meu conterrâneo e copiei e vou postá-lo no meu, tudo bem?
    Qualquer coisa, dá um pulo lá e diga se quer que eu tira, ok?
    Mas já está convidada a visitar este e outros blogs que tenho.
    Parabéns pelo seu!
    Abraços...
    Laura Jardim
    http://www.lauraeseujardim.blogspot.com

    Por Blogger Laura Jardim, às 4 de novembro de 2010 06:59  

Postar um comentário

<< Home