.

domingo, 3 de agosto de 2008

NO CALVÁRIO____MARTA PERES


No calvário morre o homem de bem!
O pranto convulsivo toma conta de tudo
e é longo e doloroso.
As urzes choram o sangue derramado.


Maria sofreu, chorou sua dor sentida,
Cristo sorria para nós quando era abraçado
pela morte, pálida a Virgem Mãe sentia a dolorosa
crueldade, maldade, na própria carne.


Dor e agonia, os céus gritavam tamanha injustiça,
Cristo sofria vendo o sofrimento de Maria
que calada vertia dos olhos, as lágrimas.
As nuvens se vestiram de negro...


Madalena sentia dor no fundo d'alma,
Cristo sentia as dores pelas dores dela,
Maria pressentia as dores que se espalhariam
pelo mundo, Cristo morria pela humanidade!


Marta Peres

1 Comentários:

  • Marta que permissão te ler poeta amiga!
    Continue a iluminar nossos olhos com tão belos escritos, parabéns mais que justo merecida homenagem.
    Cariños

    Por Blogger berioliveira, às 5 de agosto de 2008 21:05  

Postar um comentário

<< Home