.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

DIVÃ D AMOR___MARCELO ROQUE


Eu vou me perder ...
Me encontrar ...
Vou mentir para mim mesmo ...
Me revelar ...
Vou jurar não ser ...
Desjurar o que disse ...
Me apegar a razão ...
Ser vencido pelo coração ...


Eu vou rasgar minhas cartas ...
Reescrevê-las de novo ...
Desviar meus olhares ...
Procurar outros olhos ...
Respirar mansamente ...
Me sentir ofegante ...
Renunciar minha vida ...
Suicidar minha morte ...


Vou fingir não ouvir ...
Ser todo ouvidos ...
Enganar meus sentidos ...
Ser enganado por eles ...
Negar o meu beijo ...
Saborear outra lingua ...



E assim ...
Me expôr ...
No divã do amor ...


Marcelo Roque

1 Comentários:

  • Divã do Amor.

    Flui-se e se analisa o Amor por movimentos contraditórios, como os da pŕopia Vida, expondo-se assim uma concepção dialética.

    Bravo !

    Por Blogger Julio Cezar, às 6 de agosto de 2008 17:22  

Postar um comentário

<< Home