.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

CARLOS EDUARDO RODRIGUES BONITO __EDU (Biografia)



Carlos Eduardo Rodrigues Bonito mais conhecido por todos como Edu, nasceu na baixada santista, em Praia Grande onde vive até hoje. Escritor e poeta seu trabalho foi divulgado em várias coletâneas, sempre participou de concursos e feiras literárias da região. Escreve para sites de vários lugares tais como: www.recantodasletras.com.br e http://www.euautor.com.br/home.asp . Membro da Casa dos Poetas e Escritores de Praia Grande ocupando o cargo de relações públicas lutando com outros escritores da região para provar que na baixada santista não é apenas praia e água de coco, mas também possui escritores que querem ser lidos e buscam um espaço no meio literário. Ultimamente tem dedicado-se a escrever artigos a revista Sinceridade do Rio de Janeiro e a divulgação do seu primeiro romance Vidas Noturnas em parceria com Sara que aprendeu muito literalmente criando não só uma parceria, mas uma grande amizade.
O seu maior mérito é ser lido e fazer o que mais gosta escrever.
Contatos: email: vidasnoturnas@hotmail.com
Msn:apocles@hotmail.com
Site; www.vidasnoturnas.sinceridade.com/

2 Comentários:

  • Na condição da escrita eu posso formar,informar e confrontar-lhes, que aviltes como abutres estão vocês no ato insano de deplorar inocentes. Grupos financeiros investem massivamente para formas inauditas, assim como moscas dejetam seus ovos e proliferam. Assim é a condição que alcançam. Não sou Truman e louca é vossa puta pariente, ostentores do crime. "Salve a professorinha" sai de baixo com canguru perneta - kamassutra- e porra t/b nas narinas de meus filhos ainda pequeninos. A calúnia bem montada para encobrir crime de curra com hipnose e biochips. Décadas de vidas roubadas sob olhos espectantes dos cúmplices sodômicos. Bota a sua de boneca/robô do sexo, megera domada. Figuras cujo o rejeito iniciado com pais que exacerbam ao mundo o fanatismo e culpam. Gritos rompem o silencio dos sujeitos para farsa maldita refletindo em desgraça a todos que tenham nossa carne e vida invadido. Não gostou, processa;pois se lícito fosse tal neuro-programação, outras casas aqui e no mundo também somariam. Tivessem a sensibilidade que as letras impulsionam perceberiam a trajetória referida. Condenam vidas não vividas, apenas roteiro dirigidas. Toma na carne a remissão que dá lucro a tantos e tira como ferida da boca de meus filhos. Transfigurem suas mortalhas, saiba que nunca desisti e sempre absoluta eu dou lição. Não faz ideia de quantos vão além dessa nação. Fracos, fracassados, fragilizados são seus egos deslocando-se ao chão. Todas as técnicas das palavras versadas e conversadas de vocês são obsessão. Raios que estendidos encontro e assombro-lhes em maldição: carta marcada na mesa aponta vossa direção. De um extremo ao ponto zero a reta segue sua direção tem longa extensão o retorno de quem observa é justa reparação. Que seja em vossa casa, carne e sangue a desobsessão. Não perdoo nada nem ninguém, sofram o mal que nos condenam o show da sua armada, visto que sua vida é ilusão. Mulher currada que tem seus filhos violentados então, não tem vontade na vida de abrir pernas para nenhum bicho,não. Dá forçado suas intimidades, dos teus filhos para manhã, tarde, noite e madrugada no sacrifício de orgia que avó vidente -com cabelos, unhas e dentes ofertou- para a rede globo de televisão e demais emissoras. São13 anos que roubam do estado usando meu nome para impedir desenvolvimento de minhas finanças. Quanta mentira vocês criam e comprometem minha vida. Quase meio século de curra,0800 por macacos,pb e descentes ricos e marginais.Só p q o papa come criança. Assim como meus filhos sofro abuso desde criança. Mostra o que teem contra mim, se é prova eu quero ver, cambada de criminosos.Malditos sejam.

    Por Blogger celia os, às 31 de dezembro de 2011 16:37  

  • Na condição da escrita eu posso formar,informar e confrontar-lhes, que aviltes como abutres estão vocês no ato insano de deplorar inocentes. Grupos financeiros investem massivamente para formas inauditas, assim como moscas dejetam seus ovos e proliferam. Assim é a condição que alcançam. Não sou Truman e louca é vossa puta pariente, ostentores do crime. "Salve a professorinha" sai de baixo com canguru perneta - kamassutra- e porra t/b nas narinas de meus filhos ainda pequeninos. A calúnia bem montada para encobrir crime de curra com hipnose e biochips. Décadas de vidas roubadas sob olhos espectantes dos cúmplices sodômicos. Bota a sua de boneca/robô do sexo, megera domada. Figuras cujo o rejeito iniciado com pais que exacerbam ao mundo o fanatismo e culpam. Gritos rompem o silencio dos sujeitos para farsa maldita refletindo em desgraça a todos que tenham nossa carne e vida invadido. Não gostou, processa;pois se lícito fosse tal neuro-programação, outras casas aqui e no mundo também somariam. Tivessem a sensibilidade que as letras impulsionam perceberiam a trajetória referida. Condenam vidas não vividas, apenas roteiro dirigidas. Toma na carne a remissão que dá lucro a tantos e tira como ferida da boca de meus filhos. Transfigurem suas mortalhas, saiba que nunca desisti e sempre absoluta eu dou lição. Não faz ideia de quantos vão além dessa nação. Fracos, fracassados, fragilizados são seus egos deslocando-se ao chão. Todas as técnicas das palavras versadas e conversadas de vocês são obsessão. Raios que estendidos encontro e assombro-lhes em maldição: carta marcada na mesa aponta vossa direção. De um extremo ao ponto zero a reta segue sua direção tem longa extensão o retorno de quem observa é justa reparação. Que seja em vossa casa, carne e sangue a desobsessão. Não perdoo nada nem ninguém, sofram o mal que nos condenam o show da sua armada, visto que sua vida é ilusão. Mulher currada que tem seus filhos violentados então, não tem vontade na vida de abrir pernas para nenhum bicho,não. Dá forçado suas intimidades, dos teus filhos para manhã, tarde, noite e madrugada no sacrifício de orgia que avó vidente -com cabelos, unhas e dentes ofertou- para a rede globo de televisão e demais emissoras. São13 anos que roubam do estado usando meu nome para impedir desenvolvimento de minhas finanças. Quanta mentira vocês criam e comprometem minha vida. Quase meio século de curra,0800 por macacos,pb e descentes ricos e marginais.Só p q o papa come criança. Assim como meus filhos sofro abuso desde criança. Mostra o que teem contra mim, se é prova eu quero ver, cambada de criminosos.Malditos sejam.

    Por Blogger celia os, às 31 de dezembro de 2011 16:38  

Postar um comentário

<< Home